Postulador da Causa dos Santos participa de romaria em Santa Catarina
Joaçaba (RV) – O Postulador da Causa dos Santos da Ordem Franciscana, o italiano Frei Giovangiuseppe Califano, começou a fazer os primeiros contatos com os catarinenses que trabalham pelo processo de canonização de Frei Bruno ainda na sexta-feira (02/03), na cidade de Xaxim, no Oeste Catarinense. 

No dia seguinte, reuniu-se com as equipes de Joaçaba, Xaxim e Rodeio para dar orientações sobre o encaminhamento do processo de beatificação do frade franciscano falecido há 52 anos. Durante toda a manhã de sábado e início da tarde (03/03), ele e o Vigário Provincial da Província da Imaculada Conceição, Frei Estêvão Ottenbreit, cumpriram uma agenda cheia. Frei Giovangiuseppe não se cansou de explicar tecnicamente todo o processo e de dar muitas entrevistas aos meios de comunicação, tendo como fiel tradutor Frei Estêvão. Até então, o Postulador não imaginava o que veria no domingo, dia da 22ª Romaria Penitencial.

No domingo, o povo de Joaçaba e cidades vizinhas deram uma grande demonstração de fé, que teve início às 8 horas em frente à Catedral Santa Terezinha e terminou só às 11 horas no Cemitério Frei Edgar, depois da celebração eucarística. Essa grande manifestação fez com que Frei Giovangiuseppe esquecesse o lado técnico do processo e confessasse ao povo que estava emocionado. Frei Estêvão, contudo, foi ainda mais longe ao dizer: “Por que vocês não começaram antes este processo de beatificação?”

É sempre assim. Quem participa pela primeira vez da romaria não consegue não se emocionar com a grandiosidade do evento. Segundo cálculos da Polícia Militar de Joaçaba, cerca de 50 mil pessoas caminharam devotamente pelo trajeto de 3,5 quilômetros entre a Catedral e o Cemitério.

Mensagem de esperança

A mensagem do Postulador trouxe alegria e esperança para o povo catarinense e brasileiro. Depois de agradecer ao bispo pelo convite, de agradecer as autoridades e, de modo especial, os grupos que trabalham nesta causa de Frei Bruno, o Postulador Geral da Ordem Franciscana confessou sua emoção por ver esta manifestação de fé e disse: “Eu me perguntei durante a caminhada o que faz com que tanta gente, durante tantos anos, se coloque em marcha para estar presente num dia como hoje? A resposta vem da Evangelho que acabamos de ouvir. Jesus nos revela o seu rosto resplandecente. É isso que nos atrai".



(RÁDIO VATICANO)