:: Cúpula Social do MERCOSUL

A Cúpula Social do MERCOSUL foi criada em 2006 como o espaço de diálogo entre governos e a sociedade civil no MERCOSUL. Nela reúnem-se semestralmente representantes governamentais, de parlamentos, centrais sindicais, confederações de agricultura familiar, pastorais sociais, cooperativas, organizações de pequenos e médios empresários e entidades que tratam de economia solidária, direitos humanos, gênero, juventude, meio ambiente, saúde e educação, entre outros temas.

A interação destas múltiplas vozes na Cúpula Social tem aproximado o processo de integração regional dos desafios enfrentados pelos povos do MERCOSUL. Além de promover a transparência, a difusão de informações e a troca de experiências sobre as políticas sociais desenvolvidas no bloco, a Cúpula Social é uma das principais instâncias regionais para a discussão política sobre integração pela sociedade civil.

A Cúpula Social tem antecedentes no Programa Somos MERCOSUL, lançado em 2005, com o objetivo de envolver de modo efetivo a sociedade civil no processo decisório do bloco. O Programa Somos MERCOSUL incentivou a convocação do I Encontro por um MERCOSUL Produtivo e Social, em Córdoba, Argentina, em 2006, paralelamente à Cúpula de Presidentes realizada na mesma cidade. A reunião consolidou a agenda do MERCOSUL Produtivo e Social e alavancou a convocação da I Cúpula Social do MERCOSUL.

No Brasil, as Cúpulas Sociais do MERCOSUL são coordenadas pela Secretaria-Geral da Presidência da República e pelo Ministério das Relações Exteriores. A Decisão Nº 56/12 do Conselho do Mercado Comum, aprovada em Brasília, em dezembro de 2012, formalizou a periodicidade semestral da Cúpula Social do MERCOSUL.

Outras informações e documentos relativos à Cúpula Social de Brasília podem ser encontrados no link: http://socialmercosul.org



Busca Classificados
Todos o conteúdo dos anúncios, pertencem aos respectivos proprietários.
Todos os acessos são gratuitos - 2015